Fifa veta plano de Seleção Brasileira

A CBF fez consulta informal à Fifa e à Conmebol sobre a possibilidade de montar time alternativo para disputar as últimas duas rodadas das Eliminatórias em março, enquanto o time principal viajaria para enfrentar os europeus, mas recebeu “não” como resposta.

Em março, a Seleção, que está classificada com cinco rodadas de antecedência, enfrenta o Chile, em Salvador, dia 24, e depois, em La Paz, a Bolívia, no dia 29. As datas coincidem com a repescagem para a Copa do Mundo das seleções europeias, o que permitiria a agenda com rivais do Velho Continente já previamente classificados. E sem jogos da Liga das Nações. Algo raro no calendário europeu.

Existiram contatos preliminares com possíveis adversários – em contato com o ge, o vice-presidente da CBF, Gustavo Feijó, informou que havia “três seleções de ponta” procuradas -, mas não houve avanço após as tratativas iniciais, por conta do veto da Fifa e da Conmebol.

O entendimento destas entidades é pelo dever de prestigiar às Eliminatórias, mesmo nas últimas duas rodadas. É provável também que, com quatro vagas diretas e uma em repescagem, as últimas rodadas apresentem chances de classificação ainda a Chile e Bolívia, adversários do returno das Eliminatórias – o que pode também interferir em interessados em outras partidas.

E, claro, tem a ver também com as questões comerciais envolvidas, de levar “o que há de melhor” para todas as rodadas da classificatória para o Mundial do Catar.

A seleção brasileira vai ter janela para amistosos em junho e em setembro. Internamente, não é de hoje já se admite como remota a chance de enfrentare europeus. A ideia é, pelo menos, encarar adversários possíveis de primeira fase e oitavas de final de Copa do Mundo.

(Vamos) olhar para outros continentes e ver as melhores seleções para ver se conseguimos enfrentar. É o (adversário) africano, o asiático, as seleções da CONCACAF. (A Liga das Nações) já foi anunciada, mas não sei se com a pressão, a gente falando, o Southgate, treinador da Inglaterra, também falou que tem desejo de jogar contra sul-americanos, para ver se muda – comentou Juninho Paulista, em entrevista em dezembro ao ge.

Para que time você torce?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.