Noticias

Arnaldo critica “falta de educação” de jogadores e cobra árbitros

O ex-juiz Arnaldo Cezar Coelho se aposentou da carreira de comentarista de arbitragem em 2018, mas ainda ouve diariamente a pergunta imortalizada por Galvão Bueno: “Pode isso, Arnaldo?”. Depois de acompanhar os primeiros jogos da Eurocopa, ele diz que não pode seguir da maneira atual o nível da arbitragem no futebol sul-americano, assim como o comportamento de jogadores e dirigentes.

Arnaldo agora acompanha futebol apenas na condição de espectador assíduo. Em conversa com o ge, ele pediu mudanças além do apito no jogo na América do Sul – e no Brasil em particular.

A falta de educação esportiva dos caras que praticam o futebol no Brasil é impressionante e está influenciando no péssimo futebol aqui. O árbitro começa a participar quando não pune. Porque, se ele começa a punir, é tratado como maluco. Mas o árbitro não pode compactuar com a má educação dos jogadores. A culpa não é só da arbitragem. É o comportamento de jogadores, dirigentes, torcedores… Pode em um jogo com portão fechado os 15 dirigentes que estão no estádio xingarem o árbitro lá de cima? – questiona.

A comparação com os jogos da Eurocopa torna a situação ainda mais dramática, na visão de Arnaldo. De acordo com o ex-comentarista de arbitragem, os critérios utilizados pelos juízes na América do Sul confundem jogadores e torcedores.

Categorias:Noticias

Marcado como:

Para que time você torce?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.