Notícias

Conmebol explica cartão amarelo de Bruno Henrique

O polêmico cartão amarelo recebido por Bruno Henrique no empate com a LDU, pela Libertadores, enfim foi esclarecido. No Comunicado de Advertências enviado pela Conmebol à Ferj após cada partida, é possível ver que o árbitro Alexis Herrera (VEN) justificou o cartão do atacante rubro-negro por “desaprovar com palavras ou ações”, ou seja, reclamação.

O motivo da polêmica foi o possível erro de identificação do árbitro, que poderia ter confundido Bruno Henrique com Ramon. Aos 25 minutos do segundo tempo, O lateral-esquerdo chegou forte no adversário em um lance e iniciou uma confusão perto da linha de fundo. Após acalmar os ânimos, o juiz mostrou cartão amarelo para o atacante rubro-negro, não puniu Ramon e manteve a posição mesmo após receber alertas sobre o possível engano.

Caso o erro de identificação fosse confirmado, o Flamengo poderia entrar com recurso na Conmebol para anular o cartão amarelo de Bruno Henrique, usando o Artigo 23 do Regulamento Disciplinar da Conmebol como argumentação. No entanto, como o juiz colocou a causa do advertência como “reclamação”, não há nada que o clube rubro-negro possa fazer.

Como este foi o terceiro cartão de Bruno Henrique na fase de grupos da Libertadores, ele terá que cumprir suspensão na partida contra o Vélez Sarsfield, na próxima quinta-feira.

Categorias:Notícias, Noticias

Marcado como:

Para que time você torce?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.