Notícias

Taça Guanabara não terá VAR, e Ferj decidirá em arbitral com clubes se usará tecnologia em fase final

Em reunião arbitral virtual da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) com os clubes nesta segunda-feira, ficou definido que não haverá VAR na Taça Guanabara do Carioca 2021. Entre a sétima e oitavas rodadas do turno, será realizado um arbitral especialmente para debater critérios objetivos da operação da tecnologia com a presença de representantes dos clubes e da comissão de arbitragem da entidade. Nesta reunião será batido o martelo sobre utilizar, ou não, o VAR nas semifinais e finais do Estadual.


Ficou decidido ainda que os “staffs” dos jogos serão reduzidos para diminuir os custos do Campeonato Carioca. Foram mantidos também todos os protocolos contra a Covid-19 realizados na última edição. Além disso, a competição seguirá com cinco substituições.

Assim como na edição 2020, todos precisarão ser testados antes dos jogos para conseguir ingressar nos estádios. O exame negativo precisará ser apresentado.

Outra novidade é antecipação do jogo entre Flamengo e Nova Iguaçu para terça-feira, no Maracanã. A mudança foi definida para que a partida marque a abertura da competição, já que o Rubro-Negro é o atual campeão.

A reunião não contou com o presidente da Ferj, Rubens Lopes. A Federação foi representada pelo diretor do departamento de competições, Marcelo Vianna.

O Fluminense foi representado pelo coordenador Marcelo Penha, enquanto o Flamengo contou com diretor Cacau Cotta. O dirigente Antônio Carlos Mantuano representou o Botafogo.

Disputam o Carioca: Botafogo, Flamengo, Fluminense, Vasco, Bangu, Boavista, Macaé, Madureira, Portuguesa, Resende, Volta Redonda e Nova Iguaçu, que avançou na fase preliminar.

Categorias:Notícias, Noticias

Para que time você torce?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.