Futebol Internacional

Presidente do Real Madrid defende a criação da Superliga Europeia

O Real Madrid realizou neste domingo a sua Assembleia Geral de sócios. Durante o evento, o presidente do clube, Florentino Pérez, defendeu a criação de uma nova competição continental, no caso a Superliga Europeia, mas sem nomeá-la diretamente.

  • Nada voltará a ser como antes. A pandemia mudou tudo. Nos fez mais vulneráveis e também o futebol. Ele precisa de fórmulas que o façam mais competitivo e emocionante. Precisamos de novas mudanças. O futebol tem que fazer frente ao novo tempo. A reforma do futebol não pode esperar e temos que enfrentá-la. Temos a responsabilidade de lutar por isso – afirmou Florentino Pérez.

A proposta da Superliga Europeia defende, essencialmente, a criação de uma liga com os principais clubes da Europa num modelo semelhante aos da Euroliga de basquete e da NBA, nos Estados Unidos.

O formato segue sendo estudado, mas contaria com partidas de ida e volta entre 16 a 18 clubes participantes, com mata-mata em sede única para a definição do campeão. Essa superliga afetaria diretamente a Champions League e a Liga Europa.

Essa foi a primeira vez que o presidente do Real falou abertamente sobre a Superliga Europeia (sem mencioná-la). Ele afirmou que existe uma “saturação” do calendário, o que provocaria lesões nos jogadores e inclusive uma confusão dos torcedores a respeito da competição de cada jogo. Segundo a imprensa espanhola, o Barcelona e o Atlético de Madrid estariam dispostos a fazer parte da competição.

Para que time você torce?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.