REMO

Remo 3 x 1 Paysandu – Remo vence o Paysandu de virada

Com um a mais desde o primeiro tempo, Remo vence o Paysandu de virada, Papão sai na frente com Nicolas, mas Leão Azul domina o confronto a partir da expulsão de Serginho, aos 21 minutos de jogo. Salatiel, Augusto e Rafael Jansen, em um golaço, garantiram os primeiros três pontos do time azulino no quadrangular

Primeiro tempo


Os primeiros cinco minutos do clássico deste domingo tiveram mais emoção que todo o confronto passado, quando, pela última rodada da fase de classificação, os times apenas fizeram figuração em campo. Uma pancada de Marlon, em cobrança de falta, forçou Paulo Ricardo a espalmar a bola pra escanteio. Em seguida, Hélio, parando um contra-ataque, recebeu o cartão amarelo. Aos cinco cravados, Vitor Feijão, em uma jogada de velocidade pela direita, colocou Nicolas de frente para o gol. Mimica ainda tentou atrapalhar, mas o artilheiro bicolor abriu o placar no Mangueirão. O Remo não se entregou, forçou em um chute de longe de Gedoz e chegou ao empate aos 14. Em uma bola levantada na área, Paulo Ricardo saiu mal, Salatiel se aproveitou da falha e saiu para comemorar. Em um Re-Pa nervoso, cheio de reclamações e faltas, Serginho deixou o braço em direção ao rosto de Tcharlles e recebeu o vermelho direto. Papão com um a menos aos 21 minutos do primeiro tempo. Com vantagem numérica, os azulinos tinham a posse de bola, porém, sem objetividade, tanto que, aos 31, o Paysandu ficou perto de fazer o segundo em um contra-ataque de três contra um. Nicolas errou o tempo do passe, os bicolores ainda continuaram em cima e apenas conseguiram um escanteio. Na temperatura elevada de um clássico, os bicolores sentiam a pressão e faziam muitas faltas duras. Os remistas tinham o controle do embate, mas sem um bom aproveitamento ofensivo.

Segundo tempo


Na volta do intervalo, o Remo jogava no campo do Paysandu, trocando passes, utilizando os espaços. O Papão mostrava concentração, se saia bem na marcação das investidas do rival, mas não conseguiu evitar a virada aos 18 minutos. Gedoz encontrou Augusto dentro da área, dominou a bola, ganhou da defesa e, de bico, marcou para o Leão. Com 10 jogadores, o Papão tinha poucas investidas de ataque e, quando conseguia ir mais à frente, não dava trabalho para Vinícius. Dominando o Re-Pa, a equipe azulina fez o 3 a 1 em um golaço de Rafael Jansen, aos 26. Em uma sobra de bola fora da área, o zagueiro, de primeira, soltou uma bomba. Paulo Ricardo, estático, apenas olhou a rede balançar. Os remistas continuaram em cima e quase marcaram o quarto com Tcharlles, mas a bola parou na trave. O Paysandu, entregue, só chegava com perigo em alguns lampejos individuais de Nicolas. A noite foi do Leão Azul no Mangueirão.

1 resposta »

Para que time você torce?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.