Atlético visita Santos em noite de reencontros

Embalado por duas vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, o Atlético vê a liderança mais de perto. Mesmo com uma partida a menos dos principais rivais, os comandados do técnico Jorge Sampaoli podem retomar a ponta da competição já nesta quarta-feira. Para isso, precisam derrotar o Santos, em plena Vila Belmiro, em jogo da nona rodada. A bola rola às 21h30.

Ao Atlético, porém, não basta apenas vencer. Para “dormir” na ponta, precisa torcer para que o vice-líder São Paulo não vença o Red Bull Bragantino no Morumbi, em partida marcada para 19h15. O primeiro colocado Internacional só entra em campo na quinta-feira, também a partir das 19h15, contra o Ceará, no Beira-Rio. Tropeço colorado é outro pré-requisito para que a equipe mineira conclua a rodada no topo.

1º Internacional (17 pontos em oito jogos)
2º São Paulo (16 pontos em oito jogos)
3º Atlético (15 pontos em sete jogos)
4º Vasco (14 pontos em sete jogos)
5º Flamengo (14 pontos em oito jogos)
6º Palmeiras (13 pontos em sete jogos)

A noite desta quarta-feira será de reencontros na Vila Belmiro. De um lado, o Atlético enfrenta o técnico Cuca, que conduziu o clube à conquista da Copa Libertadores de 2013. Do outro, o Santos revê Jorge Sampaoli, que teve passagem marcante pelo CT Rei Pelé em 2019.

Cuca é considerado um dos maiores treinadores da história do Atlético. Pelo clube mineiro, foram 153 partidas, com 80 vitórias, 34 empates e 39 derrotas, um aproveitamento de aproximadamente 59,7% dos pontos disputados. Além do título continental, conquistou duas vezes o Campeonato Mineiro, em 2012 e 2013.

No outro banco de reservas, estará Jorge Sampaoli. Em um ano à frente do Santos, o argentino não conquistou títulos, mas construiu uma trajetória marcante. Em 63 partidas, venceu 35, empatou 13 e perdeu 15 – um aproveitamento de 62,4% dos pontos disputados. Na Série A, comandou o time ao vice-campeonato, com 74 pontos, 16 a menos que o Flamengo.

Outro reencontro será o do atacante Eduardo Sasha com o Santos. Titular do Atlético, o jogador de 28 anos ficou no clube da Vila Belmiro entre 2018 e 2020, com 23 gols marcados em 104 partidas disputadas.