Atlético visita Coritiba e almeja encostar nos líderes do Brasileirão

Embalado por três vitórias consecutivas e o título estadual, o Atlético visita o Coritiba neste domingo e almeja diminuir a distância para os líderes do Campeonato Brasileiro. A partida, que fecha a oitava rodada da competição nacional, está marcada para 20h30, no Couto Pereira, em Curitiba.

Com um jogo a menos que a maioria dos clubes da Série A – já que teve o duelo contra o Athletico-PR adiado em função da final do Campeonato Mineiro contra o Tombense -, o Atlético iniciou a rodada na terceira posição, com 11 pontos. São quatro a menos que o líder Internacional e um a menos que o segundo colocado São Paulo.

Vencer no Paraná, portanto, pode significar reduzir a distância para os ponteiros. No entanto, a matemática alvinegra depende dos resultados dos jogos das 16h. No Beira-Rio, o Inter recebe o Bahia; no Morumbi, o São Paulo faz um duelo de tricolores contra o Fluminense.

Quarteto central

Nas 13 partidas em que dirigiu o Atlético, o técnico Jorge Sampaoli não repetiu escalações. A tendência é que a estratégia se mantenha na noite deste domingo. Afinal, o argentino já deixou claro: as mudanças são necessárias para que a equipe consiga manter a intensidade em meio ao calendário do futebol brasileiro, especialmente desgastante por conta da pandemia do novo coronavírus.

Apesar das prováveis modificações, a expectativa é que Sampaoli repita quarteto de meio-campistas que se destacou na goleada por 3 a 0 sobre o São Paulo, na última quinta-feira, no Mineirão. Ainda sem o lesionado Nathan, o treinador mandou a campo uma formação com Allan, Jair, Alan Franco e Hyoran. E eles foram peças fundamentais para a vitória.

Mais recuado, Allan ficou responsável pela transição da defesa para o ataque e cobriu os avanços do lateral-esquerdo Guilherme Arana. Com um gol, uma assistência e sete desarmes, Jair foi apontado por muitos como o principal jogador da partida. O equatoriano Alan Franco foi às redes duas vezes e teve a melhor atuação desde que chegou ao Brasil. Já o questionado Hyoran roubou a bola que originou o primeiro gol e deu o passe para o segundo.

Alan Franco foi questionado sobre a formação utilizada por Sampaoli, que recua Alan e Jair e possibilita que o equatoriano chegue mais ao ataque. “Tanto Allan, quanto Jair, são jogadores espetaculares, fenômenos. Eles são peças fundamentais para a equipe, porque nos dão esse suporte tanto para o ataque, quanto para a defesa. Facilita para mim, porque tenho certeza que eles vão estar dispostos a nos ajudar na marcação, para que eu me solte um pouco mais e chegue mais à área”, disse.

Porém, a possibilidade da volta de um sistema com três meio-campistas e outros três atacantes não está descartada. Nesse caso, as vagas na última linha ofensiva seriam disputadas por Savarino, Marquinhos, Marrony, Keno e Eduardo Sasha. Contra o São Paulo, os dois últimos foram titulares. Na zaga, Igor Rabello deve se manter titular, já que Réver segue fora por conta de uma gripe.

O adversário

Após um início titubeante na Série A e a demissão de Eduardo Barroca, o Coritiba vive uma sequência de invencibilidade: vitórias sobre Red Bull Bragantino e Sport, além de um empate com o Botafogo na última quarta-feira, no Rio de Janeiro.

A equipe iniciou a rodada na 15ª colocação, com sete pontos – apenas um acima da zona de rebaixamento. O técnico Jorginho vê o confronto diante do Atlético como fundamental para as pretensões dos paranaenses na temporada.

“Agora teremos esse jogo importante contra o Atlético em casa. Uma vitória seria muito importante para a gente nessa nessa luta. Quanto mais rápido fugirmos da zona de rebaixamento seria melhor”, projetou, logo após o empate sem gols no Estádio Nilton Santos.

Para o jogo com o Atlético, Jorginho não contará com o atacante Neilton, que sofreu entorse no tornozelo esquerdo ainda no primeiro tempo do jogo contra o Botafogo. Para o setor, os principais candidatos são Igor Jesus e Wellissol. Se quiser reforçar o meio-campo, o técnico conta com Luiz Henrique e Hugo Moura.

Outras ausências certas por problemas físicos são o lateral-direito Patrick Vieira e o zagueiro Rhodolfo. Na ala, as opções são Jonathan e Natanael. Na defesa, Rodolfo Filemon deve ganhar a posição.

CORITIBA X ATLÉTICO

Coritiba
Wilson; Jonathan (Natanael), Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Matheus Galdezani, Matheus Sales, Matheus Bueno e Luiz Henrique (Wellissol); Robson e Sassá
Técnico: Jorginho

Atlético
Rafael; Mariano (Guga), Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana (Fábio Santos); Allan, Jair, Alan Franco e Hyoran (Savarino ou Marquinhos); Keno e Eduardo Sasha
Técnico: Jorge Sampaoli

Motivo: 8ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e horário: domingo, 6 de setembro de 2020, às 20h30 (de Brasília)
Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)