Artilheiro Pipico atravessa pior jejum de gols pelo Santa Cruz

Sem marcar há seis jogos, artilheiro Pipico atravessa pior jejum de gols pelo Santa Cruz


A queda de rendimento nas últimas partidas reflete também na média de gols de Pipico ao longo dos anos, que apresenta um declínio em sua 3ª temporada,

Com 26 gols nos 24 jogos disputados na temporada até aqui, o Santa Cruz sustenta uma média superior a um por partida. Mas a fase atual do sistema ofensivo do clube tem deixado a desejar desde a liberação para a volta das competições. Nos sete jogos disputados desde então, o time balançou as redes apenas quatro vezes, sendo um único nos últimos cinco jogos. Números que se espelham na má fase do seu principal artilheiro, Pipico, que ao passar em branco contra o Paysandu superou o seu pior jejum pela equipe coral.

Principal artilheiro com sete gols no ano até aqui, que representam cerca de um a cada quatro do time, o centroavante Pipico amarga seis jogos sem marcar com a camisa tricolor. Intervalo de jogos maior que o registrado entre o fim da temporada 2018, sua primeira no Arruda, e o início de 2019, quando acumulou cinco partidas em jejum.

A ‘seca’ do centroavante fica ainda mais em evidência quando são considerandos apenas jogos por uma única temporada de forma corrida. Até então, o máximo de jogos que Pipico havia atuado sem balançar as redes em um único ano no Santa Cruz foram quatro partidas, em duas oportunidades, ambas em 2019.

Ente março e abril do ano passado, Pipico passou em branco contra Náutico, Afogados, ABC e CRB. Assim como na reta final da última temporada, quando não fez gol sobre Ferroviário, Botafogo-PB, Sampaio Corrêa e ABC, jogo em que se lesionou e perdeu a reta final da Série C.

A queda de rendimento nas últimas partidas reflete também na média de gols de Pipico ao longo dos anos, que apresenta um declínio em sua terceira temporada. Em 2018, com um número reduzido de partidas, o atacante esteve em sua melhor forma no clube, com seis gols em nove jogos, com a expressiva média de dois gols a cada três partidas. Em 2020 os números foram reduzidos praticamente pela metade, com um gol no mesmo intervalo de comparação de três partidas na média.

Números de Pipico

2018
9 jogos / 6 gols
Média: 0,66 gol/jogo, ou dois a cada três jogos

2019
30 jogos / 16 gols
Média: 0,53 gol/ jogo, ou um a cada dois jogos

2020
19 jogos / 7 gols
Média: 0,37 gol/jogo, ou um a cada três jogos

Maiores jejuns de Pipico

2018
11/08 Santa Cruz 1 x 0 Salgueiro
19/08 Santa Cruz 1 x 0 Operário-PR
26/08 Operário-PR 3 x 0 Santa Cruz
2019
02/02 Santa Cruz 1 x 0 ABC
06/02 Petrolina 1 x 2 Santa Cruz

2020
22/07 Santa Cruz 1 x 0 River-PI
25/07 Confiança 0 x 0 Santa Cruz
29/07 Santa Cruz 0 x 0 Náutico
02/08 Salgueiro 1 x 1 Santa Cruz
05/08 Santa Cruz 0 x 0 Salgueiro
08/08 Paysandu 0 x 0 Santa Cruz