Nos pênaltis, Palmeiras vence Corinthians e conquista Paulistão após 12 anos

Num Dérbi com final emocionante, Verdão abre o placar com Luiz Adriano, vê Timão empatar no último lance do jogo em pênalti infantil, mas ganha na disputa de penalidades

Acabou a espera!
Mesmo cenário, mesmo rival, final diferente. Dois anos depois da polêmica final de 2018, o Palmeiras deu o troco no Corinthians, venceu nos pênaltis após empate por 1 a 1 na tarde deste sábado, na arena, e é o novo campeão paulista. Depois de 12 anos, o Verdão volta a reinar no estado de São Paulo e encerra um jejum que incomodava – apesar de ter vencido duas Copas do Brasil e dois Brasileiros desde 2008, conquistar um título sobre o maior rival tem seu gosto especial. Mas foi no sufoco: depois de Luiz Adriano abrir o placar, Gustavo Gómez cometeu pênalti em Jô no último minuto de jogo e possibilitou o empate do rival. Nas penalidades, porém, Weverton pegou duas cobranças, e Patrick de Paula fez o gol do título.

Os pênaltis
Weverton e Cássio começaram pegando as cobranças de Michel Macedo e Bruno Henrique. Depois, todos no Verdão fizeram: Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Patrick de Paula. No Timão, Sidcley e Jô marcaram, mas Cantillo parou nas mãos de Weverton. Coube a Patrick fazer o gol decisivo.

Galeria de títulos
O Palmeiras vai aos 23 títulos paulistas, ultrapassando o Santos e se isolando na segunda posição no ranking do Paulistão. O Corinthians ainda é líder, com 30 taças, mas teve frustrada a chance de buscar um tetracampeonato inédito em sua história – venceu em 2017, 18 e 19. Em finais contra o Corinthians, o Palmeiras abriu vantagem.