Náutico perde para Avaí em jogo fora de casa

O Náutico fez sua estreia na Série B do Campeonato Brasileiro na noite deste sábado, diante da equipe do Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. E ao perder pelo placar de 3 a 1, mantém o tabu de nunca ter conseguido vencer em estreias fora de casa pela segunda divisão do Nacional, desde que a competição assumiu o formato de pontos corridos. Agora, o Timbu se prepara para receber o time do Operário nos Aflitos, às 21h30 da próxima terça-feira.

Apesar de terem conseguido marcar seu primeiro e único gol com o atacante Kieza, pernambucanos diminuíram a vantagem, mas não levaram a melhor, sendo, inclusive, surpreendidos novamente na etapa complementar do confronto longe dos Aflitos.

O JOGO
A disputa entre as equipes começou com fortes marcações e destaque para a tentativa do time mandante em sobressair em campo. Por parte do Náutico, muitas falhas prejudicaram o andamento dos primeiros minutos. A primeira chance perdida pelos alvirrubos na partida veio logo aos cinco minutos, com o atacante Kieza, após receber passe de Jorge Henrique e chutar para fora, mesmo estando sozinho com o goleiro adversário.

O primeiro gol do jogo aconteceu aos 25 minutos do primeiro tempo. Após falha na marcação dos pernambucanos, o uruguaio Gastón Rodriguez, camisa 9 do Avaí, aproveitou e abriu vantagem, que foi ampliada aos 39 minutos com o zagueiro Carlão, que tentou dominar a bola, após Valdívia ter mandado na trave, mas errou e seu pé esquerdo mandou para o fundo da rede do goleiro Jefferson, ajudando o adversário com um gol contra.

Após ter tentado defender esse lance, o arqueiro Jefferson, do Náutico, reclamou de dores, mas se manteve até o fim dos três minutos de acréscimos. Inclusive, voltando para o duelo após o intervalo.

SEGUNDO TEMPO

Para a etapa complementar, o treinador Gilmar Dal Pozzo mexeu no ataque do Náutico e substituiu Thiago por Erick, que passou a fazer companhia a Kieza e Dadá, que fazia sua estreia pelo Náutico. E, ainda buscando reação no jogo, as mudanças não pararam aí. Jorge Henrique saiu para dar espaço a Jean Carlos e Djavan para Wagninho.

A proposta do treinador alvirrubro funcionou, a princípio. Na etapa complementar, o Náutico começou a avançar mais e Kieza, após receber cruzamento de Willian Simões, marcou seu primeiro gol na Série B e o quarto na temporada, diminuindo a vantagem do Leão da Ilha de Florianópolis.

Aos 30 minutos, Dal Pozzo continuava mexendo e optou por colocar Salatiel no lugar do estreante Dadá Belmonte. E pouco depois, Lucas Paraíba no lugar de Rhaldney. Ainda buscando diminuir a vantagem dos mandantes, o que não funcionou.

Já nos acréscimos, o zagueiro Carlão falhou mais uma vez ao não conseguir acompanhar Gastón Rodriguez, que marcou pela segunda vez na partida e garantiu o terceiro da equipe do Avaí, mandando a bola para saída do goleiro Jefferson, que não conseguiu impedir o lance.

Ficha do jogo

Náutico (1)
Jefferson, Hereda, Carlão, Camutanga, W. Simões, Rhaldney (Lucas Paraíba), Djavan (Wagninho), Jorge Henrique (Jean Carlos), Thiago (Erick), Dadá Belmonte (Salatiel) e Kieza. Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Avaí (3)
Lucas Frigeri, Arnaldo (Iury), Sallinas (Airton), Rafael Pereira, Capa, Ralf, Bruno Silva, Valdívia (Betão), Renato (Tucão), Jonathan (Pedro Castro) e Gastón Rodriguez. Técnico: Geninho

Local: Estádio Doutor Aderbal Ramos da Silva (Estádio da Ressacada), em Santa Catarina, Florianópolis
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá (RJ), Thiago Gomes Magalhães (RJ) e Edson da Silva (SC)
Cartões amarelos: Jonathan (A), Valdívia (A), Rhaldney (N), Erick (N), Bruno Silva (A) e Lucas Paraíba (N)
Cartões vermelhos: Não houve
Gols: Rodriguez (2 1ºT e 2ºT), Carlão (GC 1ºT) e Kieza (1 2ºT)