Justiça tenta penhorar R$ 3,7 milhões do Corinthians

Depois de problemas com o volante Marcelo Mattos e com o JMalucelli, ex-clube do Paraná, o Timão agora sofreu uma penhora em sua conta de mais de R$ 400 mil por uma dívida com o América-MG.

A penhora inicial seria de R$ 3,7 milhões, mas, depois de consultadas contas do clube em seis diferentes bancos, foram encontrados apenas R$ 428 mil disponíveis para o bloqueio. O juiz considerou, então, a penhora “parcialmente frutífera”.

A ação movida pelo América-MG diz respeito a uma dívida do Fluminense assumida pelo Corinthians quando negociou com o clube carioca a aquisição do volante Richard. O Tricolor devia ao Coelho uma porcentagem da venda do atacante Richarlison ao Watford, da Inglaterra.

Outros bloqueios

Dois bloqueios judiciais pegaram o Corinthians de surpresa nos últimos dias. O primeiro deles foi uma penhora de R$ 23 milhões por uma dívida com o JMalucelli, em processo antigo pela venda do volante Jucilei a um clube russo. O valor diz respeito às cotas de transmissão do Timão.

A dívida e o risco iminente de perder mais dinheiro do que o previsto fez o Conselho Fiscal do clube sugerir a abertura de uma sindicância para apurar o motivo do valor da ação não ter entrado de maneira clara no Balanço Financeiro do ano passado.

Já na semana passada, o Corinthians teve R$ 499 mil penhorados de suas contas por uma ação movida pelo volante Marcelo Mattos por uma série de dívidas trabalhistas. O clube já foi notificado e liberou o valor para o pagamento do jogador.